Humanismo como sistema Filosófico

Existem opiniões controversas sobre se o humanismo deve ser considerado um sistema filosófico, ou simplesmente um estudo literário independente da filosofia. Segundo P.O Kristeller (citado em História da filosofia de Giovanni e Dario), o humanismo renascentista não representou uma reforma no pensamento filosófico. Kristeller acredita que embora o studia humanitatis incluíssem algumas matérias filosóficas como a moral, ignoravam completamente a lógica, a filosofia da natureza e a metafísica além de outras matérias importantes como matemática, astronomia, medicina, direito e teologia. Eugênio Garin tem posição contrária de Kristeller. Para ele, o humanismo representa um sistema filosófico, mas com características próprias. Os humanistas do renascimento se permitiram considerar as teorias dos filósofos gregos, “aquilo que eles realmente eram: pensamentos humanos, produto de certa cultura e resultado de experiências parciais e particulares” (pg. 21). Para Garin, a essência do humanismo não deve ser medida no que eles conheciam do passado e sim da atitude adotada por eles com relação as idéias do passado. “É precisamente a atitude adotada diante da cultura do passado e diante do próprio passado que define claramente a essência do humanismo” (pg. 21). E ainda critica a postura de Kristeller “(…) a negação de significado filosófico aos studia humanitatis renascentistas deriva do fato de que, mais das vezes, entende-se por filosofia a construção sistemática de grandes proporções, negando-se que a filosofia também pode ser outro tipo de especulação, não sistemática, aberta, problemática e pragmática”.

Os humanistas embora se voltassem para o passado e para a cultura pagã, não eram necessariamente não católicos. Existia um sentido religioso nessa exploração do conhecimento humano e uma predileção para ciências ocultas. Eram acima de tudo ambiciosos e em certo sentido, megalomaníacos. Tinham atração pelas obras grandiosas. Buscavam o “homem universal”, um verdadeiro fluente no mundo. Procuravam a felicidade, a beleza, o triunfo e a glória.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: